Pessoas doidas, malucas e críticas! Sendo amigáveis, podem postar comentários!

24 dezembro, 2007

Gente!

Acho que, mesmo sendo cego, idéias luminosas também me atingem, porque algo em mim, grita pra escrever mais e mais.

A Dupla Personalidade Escorpiana

Estava eu distraidamente com o meu sempre companheiro Skype aberto, mas sem gente por voz. Só ouvindo uma coleçãozinha de programas policiais antigos, nomeadamente o Teatro de Mistério. De vez em quando, é bom analisar a lógica das coisas. Mas só quando essa lógica existe! O caso é que nesse instante, a coisa mais ilógica aconteceu! A pessoa que nunca me chamaria em dia de vida, me chamou, e do nada! Culpa tua, Coisi di Doidus!!! E pra completar o caso, ainda me fez uma pergunta, que será respondida no decorrer dessa homenagem à criatura. O nome dela me faz relacionar duas personalidades que, embora tão diferentes, são sempre interligadas... Mar-ilha. Bom, a parte do mar dela é o que se conhece primeiro: agressiva, que bate em quem estiver por perto com suas ondas violentas. Talvez seja assim principalmente com quem altera seu curso natural. Quando esse mar espera alguém sério, que só vai lá pra se banhar, e aparece um banhista que gosta de surfar, de tirar uma onda, literalmente, ele faz malabarismos que o desequilibram por um bom tempo. Mas que dizer da ilha? A ilha eu conheci essa madrugada! Sensível, com pássaros cantando, e uma conversa com som de natureza! Pela voz? Não; essa não me encantou. Mas falo pela estranha mudança no diálogo de início para o atual! O papo fluiu tão bem que a criatura chegou mesmo a me perguntar por que eu não publicava essas postagens num livro. Como essa pergunta já foi feita pela Midian, que aliás agora passou do estágio entre a vida e o casamento, pro próprio acontecimento de união já referido, antes que ela se repita, vou responder de uma vez por todas, como aliás a turma do charges também respondeu sobre lançar um cd com a banda que o dono da página tem:
Se eu lançasse um livro, vocês iriam preferir scanneá-lo a comprá-lo, não é mesmo? Prefeririam usar a net pra caçar o que eu escrevi. Isso se alguma editora doida achasse que eu teria talento suficiente que merecesse uma publicação. Sem contar que eu, com minha preguiça nada oculta, não vou e nem quero escrever por obrigação mas sim porque gosto, como e quando quero! Sou mimado sim, e daí? Mas mesmo assim, obviamente, agradeço pelo interesse das referidas doidas nas minhas postagens! E aí também já foi minha mulhernagem pra ti, escorpiana maluca que ainda espero ter o prazer de confrontar novamente...

Venenosamente,
Doidus!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home