Pessoas doidas, malucas e críticas! Sendo amigáveis, podem postar comentários!

29 outubro, 2007

Turma,

Hoje a postagem é uma tentativa de versos interrogativos...

Onde

Onde você está,
quero lhe perguntar,
nada mais eu posso fazer.
Só sei que você foi,
buscar algum depois,
que não conseguiu nos trazer.
Você se contradiz,
ajuda nunca quis,
agora diga tu pra mim:
Valeu essa medida,
de um todo descabida,
para partir assim?

Eu não imaginava,
ou sequer esperava,
uma atitude dessa!
Se é nosso destino,
me responda menino,
pra que toda essa pressa?
Justamente você,
que insistia em dizer,
que isso não dá certo,
foi dar uma de louco,
"aventurar" um pouco,
para um destino incerto...

Bem, só uma coisa eu vou falar,
antes dessa carta eu acabar:
por tudo que você deixou,
ouça o que não só eu que digo,
nós te manteremos vivo, meu amigo!

Dedicando ao Estêvão de Souza; segue em frente, e boa sorte aí, criatura!

Impressionadamente,
Doidus!

1 Comments:

Blogger Parablind said...

Foi um acidente, certo? Não foi atitude...

4:13 PM

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home