Pessoas doidas, malucas e críticas! Sendo amigáveis, podem postar comentários!

19 fevereiro, 2007

Oi turma...

Vou aproveitar que amanhã é dia que eu volto pra terra onde eu nasci, apesar de todo o benefício social que eu tive nessa, como mais contato com pessoas, mais lucros na minha profissãozinha informal e alguns servicinhos de professor de cega fresca (leia-se recente), e nenhuma fratura, mas como tive o malefício da adaptação à localidade, ao movimento por aqui ser ponto comercial
e funkcial em época de carnaval, vou deixar hoje tudo de detonativo no blog hoje pra ir leve pra
casa amanhã. E mais do que o pessoal, vamos defender a família com o texto:

O Confronto

O que você veio fazer aqui? Por que voltou a nos procurar? Num domingo de tarde, quando
poderia estar muito bem aproveitando as férias com a família, entra aqui em casa? O que ganha
com isso?! Diz que mudou, mas continua arrumando encrencas e intrigas, com sangue do teu
sangue... E ainda apoiado por outra pessoa do teu sangue. Ainda não chega o que já conseguiu,
agora quer mais? Depois eu que sou o insatisfeito da casa... Mas você é comandado pela sua
própria mulher! E numa idade avançada! Fingindo sentimentalismo pra se reaproximar... Bom, eu
posso ainda culpar a cidade... Você não se arriscaria a ir um pouco mais longe, arriscando nem
ter lugar onde ficar pra fazer uma destas né? Mas pensando bem, a culpa não tem como ser de
um local, quando ele não é responsável por quem mora no estado... Você já fez o papelzinho de
bom moço, agora, some do nosso caminho! Meu pai não é de ficar com raiva de ninguém, mas
até o limite dele você atingiu, e ainda vem, com uma cara que óleo de peroba é pouco pra
conservar, e pergunta se tá tudo certo, sem mal-entendido? É... Talvez tudo esteja sem
mal-entendidos... A gente entende muito bem você... Mas talvez eu não deveria descarregar em
cima de você... Se bem que, pensando bem, assim como esse texto, você é uma página que
merece que se olhe, e se vire rapidamente, porque permanecer olhando só dá problema mas
sem você, não se aprendeu muita coisa, inclusive que a melhor forma de lidar com uma situação
de ironias é o sorriso e a tiração de sarro, como aliás você por ser do nosso sangue soube fazer
a segunda opção muito bem... Mas teu PÓ e TEMPO foram marcados, e continuam sendo...
Agora, vá brincar lá fora que um carro te atropela, falô?

Té+,
Doidus, extremamente confuso...

1 Comments:

Blogger Odonata Anisoptera cor-de-rosa said...

Puts! Pega a trouxinha e te bandeia pra cá, guri, hahaha! Mas pode trazer aquela garrafinha de água do mar, ta...os bichinhos da praia agradecem.:P

5:05 PM

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home