Pessoas doidas, malucas e críticas! Sendo amigáveis, podem postar comentários!

05 março, 2007

Oi turma!

E rebatendo a Madrugada Fria da Vani, (embora reconheça que meu dom não é poemizar) e
cumprindo uma promessa de conversa que tive ontem com a Isa Reis (Polho), solto minha
crise...

Noite

Noite,
tão misteriosa,
tão silenciosa,
mas restauradora.
Noite,
tão experiente,
do impaciente,
és a professora.

Noite,
de tempos escuros,
problemas futuros,
és a solução.
Noite,
casa de poesia,
lar de melodia
e de reflexão.

Linda,
protetora noite,
age como açoite,
em quem não te conhece.
Mas,
quem tem teu amor,
do teu esplendor,
nunca mais esquece!

Sonhos,
noite protetora,
escura professora,
você sempre guarda.
Frases,
orações antigas,
canções esquecidas,
em ti são lembradas!

Até mais,
Doidus.

1 Comments:

Blogger Odonata Anisoptera cor-de-rosa said...

Olha só...quem dirá se tivesse o dom, né? Ia superar Olavo, hehehe. Gostei, tu andas mais suave nas postagens ultimamente, risos...Eu e vc sabemos como é bom estar na noite, tudo é mais calmo, mais tranquilo, mais sonoro sendo menos...e quem diz q somos doidos em não dormir, mente, ou pelo menos, não sabe a verdade ( a nossa, só a dele)...como já falei um dia, normais na nossa anormalidade, hahahaha. Abraço.

3:34 PM

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home